Red Social de Poesía
Un servicio de...
Soypoeta.com
Discusión iniciada por Francisco Martins Silva Francisco, el día 11 Agosto 06:12

O dia amanhece,

Ventos, sopram na manhã que em chegando,

os galhos das árvores não resistem ao manifestar dos ventos,

E muito menos aquelas folhas já secas a se aplainarem ao chão.

Os passarinhos entoam seus cantos comoventes,

Da natureza são aspectos atraentes.

É a delicada brisa de outono que vem,

Toda na mais bela perfeição.

É o outono que se inicia,

Vem, oh, tempo sereno, acolhedor,

Outono, singela estação.



Francisco Martins Silva

Uruçuí-PI-Brasil

Respuestas
Tendrá que ser un miembro de este primer grupo antes de enviar una respuesta.